Dicas para um armário perfeito

Por Mariana Guerra

Para os especialistas está claro que um armário perfeito não é aquele abarrotado de roupas, sapatos e acessórios; mas sim aquele com as roupas, os sapatos e acessórios certos. E mais que certos: organizados. Um armário bem arrumado pode resultar em uma forma mais prática e eficiente de viver a vida. Isso porque se seguirmos alguns passos podemos ganhar tempo no nosso cotidiano - que nos exige inúmeros afazeres - e espaço para melhor acomodar as coisas.

Vamos então para algumas dicas que te auxiliarão nessa tarefa:

1) O que se encontra em mau estado e não é usado há muito tempo, jogue fora. Por outro lado, se você não usa aquela peça em nenhuma situação e ela se encontra em perfeito estado, porque não doá-la para alguém? Lembre-se que coisas guardadas sem uso além de ocupar espaço é energia parada. Faça-a circular.

2) Arrume suas roupas por categorias: calça com calça, vestido com vestido, blusa com blusa e assim por diante. Se ainda quiser uma organização mais detalhada, separe também por estações e por cores. Visualmente fica lindo e muito prático. A uniformização traz clareza na hora das escolhas.

3) Invista em cabides do mesmo tipo. Parece um detalhe sem importância, mas se imagine abrindo um armário onde as roupas estão penduradas em cabides diferentes um do outro. Visualmente não parecerá tão arrumado quanto realmente está e traz um incômodo, remetendo a bagunça. Opte por cabides do mesmo material e da mesma cor. Eu particularmente prefiro os de cor preta ou os de madeira.

4) Tente colocar as roupas numa primeira fileira, para que você consiga visualizar todas as peças. O que não é visto não é lembrado. Isso impede que você acumule coisas que não está usando ou compre coisas que não está realmente precisando.

5) Acomode suas jóias, bijuterias e acessórios em um local de fácil visualização. Sempre indico aquelas caixas de acrílico com gavetas, fica bonito e bem prático.

6) Guarde seus sapatos em saquinhos de tecido. Aqueles que usamos para viagem. Algumas marcas até fornecem junto com o sapato. Se esse não for o caso, compre em lojas especializadas. É uma maneira de conservar o calçado e ganhar espaço na hora da arrumação. Caso seja um pouco mais detalhista e possua mais espaço para acomodá-los, fotografe seus sapatos e pregue a foto em sua respectiva caixa. Assim consegue empilhá-las de maneira organizada e localizar facilmente o sapato desejado.

No que diz respeito às bolsas, o interessante no caso das mais estruturadas é mantê-las cheias com sacos de TNT ou com espumas e enchimentos para almofadas. Jamais dobre, pois elas provavelmente não manterão a estrutura original. Se tiver um espaço com prateleiras sobrando no armário, acomode-as ali. Caso contrário, um cabideiro para pendurá-las já ajuda bastante. As clutchs e bolsas sem estrutura podem seguir o mesmo processo dos sapatos: empilhadas em saquinhos de tecido.

Você pode organizar à sua maneira ou se não tiver paciência e tempo, contrate um personal organizer, que é um profissional especializado em arrumação. Um armário organizado torna-se um armário inteligente e facilita o processo de nossas escolhas cotidianas.


Mariana Guerra é empresária e Consultora de Imagem.

Ilustração: charge AB Pinterest

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

8 de Março: a história por trás da data

Moda depois dos 40. Pode tudo?

Coloração pessoal: o que é e para o que serve?

Novos tempos

Moda e política combinam?

© 2021 Jornal do Sol - Informação com Credibilidade