Projeto atenderá 600 microempreendedoras baianas

Na última quinta-feira, dia 19 de agosto, o Governo do Estado lançou o Projeto Rede de Mulheres Empreendedoras, que visa fortalecer a atuação de 600 mulheres empreendedoras de Salvador, Lauro de Freitas, Alagoinhas e Itabuna.

A iniciativa é coordenada pelas secretarias do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e de Políticas para as Mulheres (SPM), e conta com investimento de mais de R$ 200 mil oriundos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (Funcep).
Será oferecida capacitação com carga horária de 8h com início previsto para a segunda semana de setembro. Para a capital serão disponibilizadas 300 vagas, enquanto Lauro de Freitas, Itabuna e Alagoinhas terão disponíveis 100 vagas por município. A seleção deve ser realizada por meio de mobilização local dos órgãos envolvidos. 

Seleção

Na seleção, serão priorizadas as mulheres em situação de vulnerabilidade, como mulheres em situação de violência e chefes de família monoparental e visa o empreendedorismo, fortalecendo negócios locais com gestão feminina, além de contribuir para a formalização da atividade de micro e pequenas empreendedoras individuais.

As beneficiadas terão acesso à oficina de gestão em pequenos negócios, por meio da imersão em conteúdos financeiros, operacionais, administrativos e relacionados à formalização, além de orientações sobre criação de rede solidária de empreendedoras locais.

De acordo com o Sebrae, a Bahia possui 500 mil empreendedoras, o que representa 6% do total de empreendedoras do país. Desse número no estado, 57% são chefes de domicílio e 82% ganham até um salário mínimo.


Com informações de Ascom/GOVBA (Fotos: Alberto Coutinho/GOVBA)

Siga o Jornal do Sol no Instagram

LEIA TAMBÉM:

Porto Seguro: Leitos de Covid-19 tem ocupação abaixo de 50%

MP entra com ação de improbidade e pede saída de drª Raíssa

Vacinação antirrábica em Porto Seguro segue até 25/09

Programa Conect SPA – Detox Corpo e Alma é realizado no Eco Bahia Hotel

Gaia, a Mãe Terra, é tema de Réveillon do La Torre

 

 

© 2022 Jornal do Sol - Informação com Credibilidade