Durante sua posse, Jânio Natal decreta o fim da Zona Azul

Prefeito promete construir creches, escolas e um bondinho na Cidade Histórica

O fim do estacionamento pago Zona Azul foi decretado pelo prefeito de Porto Seguro, Jânio Natal, durante a cerimônia de posse dele, do vice Paulinho Tôa Tôa e de mais 17 vereadores, na manhã de 1º de janeiro, na Câmara Municipal. Com um público restrito, para diminuir o risco de contaminação pela Covid-19, a sessão solene, transmitida ao vivo pelo Facebook, contou com a presença do deputado federal, Jonga Bacellar, alguns órgãos de  imprensa e apenas dois convidados por vereador. Do lado de fora, um grande público acompanhou pelo telão tudo o que acontecia no plenário. "Vamos acabar com essa miserável dessa Zona Azul", disparou.

Durante a solenidade a vereadora Ariana Felberg foi eleita novamente, desta vez por aclamação, para a presidência da Casa. Dilmo Santiago, em seu quinto mandato como vereador, foi indicado como líder do Governo na Câmara. “Tenho orgulho da minha história. Trabalhei até os 18 anos na roça, tenho as mãos grossas até hoje. Estou muito honrada e minha felicidade é legislar junto com um prefeito justo, de caráter”, disse a presidente Ariana Felberg.

Paulinho Tôa Tôa apostou no futuro de Porto Seguro como “o melhor destino turístico do país”, acrescentando que a cidade se prepara para uma grande transformação, que está começando agora. “Seremos um exemplo para o Brasil como desenvolvimento sustentável”, assinalou. O otimismo pautou também o discurso do deputado federal Jonga Bacelar. “Vamos ver essa cidade bombar como nunca. E Jânio terá que ter uma sola de borracha no sapato, pois vamos andar muito em Brasília”, brincou.

Saúde em primeiro lugar

Depois de assinar o termo de posse, o prefeito Jânio Natal fez questão de se referir individualmente a cada vereador, inclusive os eleitos por grupos políticos adversários. Emocionado com uma música executada em sua homenagem, o prefeito falou em união, independente de partidos. “Vamos mostrar às pessoas como se cuida de uma cidade. Saúde em primeiro lugar”, salientou. Jânio afirmou que também irá valorizar a educação, construindo mais creches e escolas, acabando com a evasão escolar e punindo as famílias dos alunos faltosos.

“Se o governador quiser nos ajudar, nós vamos aceitar, se não, nós vamos fazer com o dinheiro do povo”, assinalou. Jânio Natal falou ainda em construir um bondinho ligando a cidade alta à cidade baixa, “sem poluição, nem agressão ao meio ambiente”, e autorizou a nova secretária de Saúde, Raíssa Soares, a adquirir 10 mil doses de vacina contra a Covid-19.  “Vocês não sabem como eu sofri. O sabor dessa vitória é muito bom. E eu estou com uma vontade de trabalhar da zorra”.  

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar