Centavos do cartão de crédito podem ser doados à Apae

A Apae de Porto Seguro está participando da campanha “Centavos que Realizam”, que acontece em todo o território nacional e visa à arrecadação de recursos por meio de compras realizadas por usuários de cartões com bandeira Mastercard. A arrecadação funciona por meio do arredondamento dos centavos em todas as compras no cartão de crédito. A instituição beneficiada recebe diariamente o relatório de acessos e cadastramento das pessoas que estão participando e, mensalmente, os valores são depositados na conta da Apae, com o respectivo relatório.

De acordo com Ivana Cancela, presidente da Apae Porto Seguro, todo o valor arrecadado nesta campanha será para manutenção dos serviços. “Nossa sede está fechada para o atendimento presencial [devido à pandemia], mas continuamos o atendimento das necessidades imediatas como cesta básica, máscaras, produtos de higiene e limpeza, álcool em gel e medicamentos”.

Quem quiser participar da iniciativa, promovida Federação Nacional das Apaes (Fenapaes), em parceria com a startup brasileira InCENTive e a Mastercard, é só se cadastrar através do site www.portoseguro.apaeba.centavosrealizam.com e permitir a doação de valores. Em seguida, deve adicionar um cartão Mastercard ao programa e autorizar o arredondamento de transações, que podem ser de R$ 0,01 até R$ 0,99. A Apae ressalta que, durante o cadastramento pode-se ainda escolher um valor mensal a partir de R$ 5,00 para ajudar.

Mudança de sede

Atualmente, a Apae Porto Seguro atende 86 crianças especiais de zero a seis anos de idade, com deficiência intelectual e/ou múltipla, prestando assistência nas áreas social, fonoaudiologia, psicologia, fisioterapia, psicologia e pedagogia. Ivana informa que a instituição deverá mudar sua sede para uma casa no bairro Sapoti. “A prefeitura está fechando o contrato. É uma casa maior, térrea e com acessibilidade. Creio que no ano que vem até o Carnaval, já estaremos em atendimento lá. Estamos esperando as creches e escolas retomarem”, diz.

Com a campanha, a entidade espera intensificar a arrecadação de recursos financeiros que serão investidos na nova sede. “Precisamos continuar. Temos hoje duas rendas fixas. Uma é o Nota Premiada Bahia. E a outra são as campanhas, mas não sabemos ainda quando vamos poder voltar a fazer”, lembra Ivana. Ela afirma ainda que, a instituição continua mantendo atendimento virtual às famílias e que as doações de alimentos têm sido essenciais nesse período de pandemia.