Corregedoria conclui inspeções virtuais nas 199 zonas eleitorais da Bahia

 

Ações visam verificar o andamento dos processos eletrônicos e cumprir com as metas judiciais

impostas pelo CNJ, por exemplo

A Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (CRE/TRE-BA) finalizou as inspeções virtuais nas 199 zonas eleitorais do estado. As atividades correcionais tiveram início em julho de 2020, ficaram suspensas durante o período eleitoral e foram retomadas em janeiro de 2021, sendo concluídas, na última quinta-feira (17/03), com a inspeção das 19 zonas eleitorais de Salvador. 

As inspeções virtuais estão previstas no Provimento N.º 02/2019 e foram regulamentadas pela Portaria CRE Nº 12/2020, devido à crise sanitária. Além de verificar o desenvolvimento de atividades administrativas e judiciais na zona eleitoral para corrigir eventuais deficiências, as inspeções têm o objetivo de resguardar o regular andamento dos processos eletrônicos, com vistas a cumprir as metas judiciais impostas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

As atividades de inspeção foram presididas pelo corregedor e vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral, desembargador Roberto Maynard Frank. Acompanharam os trabalhos, a Coordenadora de Assuntos Jurídicos e Correcionais, Hercília Boaventura Barros, e os servidores da Seção de Inspeções, Correições e Direitos e Deveres. Desde que assumiu a gestão, em abril do ano passado, o corregedor vem priorizando o contato com juízes eleitorais e servidores das zonas eleitorais, a fim de proporcionar a aproximação entre as zonas eleitorais e a Corregedoria.

De acordo com o corregedor regional, as inspeções virtuais trouxeram um novo formato para os trabalhos correcionais e proporcionaram benefícios às unidades judicias envolvidas do Regional baiano. “Com essa modalidade de inspeção adotada pela Corregedoria, além do aumento significativo da produtividade judicial, no âmbito do primeiro grau de jurisdição, houve economia de recursos públicos, diante da ausência de custos com diárias e deslocamentos”, afirmou.


Fonte: TRE-BA