Devido à redução de seções, alguns eleitores foram remanejados

O corte no orçamento das Eleições 2020 trouxe mudanças no número de seções e consequentemente, no número de urnas disponíveis para as votações. Mesmo com o crescimento do número de eleitores, os Cartórios Eleitorais se viram obrigados a adequar a quantidade de eleitores às urnas disponíveis.

Nas Zonas 121 e 122, diversas seções foram agregadas dentro do mesmo local de votação. No Colégio Mater, no Mundaí, Orla Norte, havia oito seções de votação e oito urnas, mas com a supressão, uma urna deixou de existir. Os eleitores foram direcionados, na escola mesmo, para uma nova seção. “A sessão 251 tem uma mesa de identificação na entrada da escola. O eleitor que vota nessa seção vem aqui, se identifica e a gente informa outra seção onde votará”, afirmou o coordenador do TRE-BA, Renato Viana.

No geral, o clima estava calmo pela manhã no colégio Mater. Um dos mesários disse à nossa equipe que “está tranquilo até demais”. Apesar da informação, o coordenador do TRE afirmou acreditar que não haveria um número alto de abstenções.   

“Santinhos” no chão

Segundo o TSE, os maiores gastos dos candidatos a prefeito em Porto Seguro se concentraram nos impressos, ou seja, em papel e banners. Pelo chão, nas ruas e nos locais de votação, mais uma vez, foi observada uma grande quantidade de papéis de propaganda, os famosos “santinhos”. Segundo Renato Viana, embora seja proibido, as pessoas não deixam o hábito de fazer boca de urna e os papeis são um indicativo disso.